jusbrasil.com.br
29 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Criminal: APR 013XXXX-42.2019.8.21.7000 RS

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

Terceira Câmara Criminal

Publicação

17/09/2019

Julgamento

29 de Agosto de 2019

Relator

Rinez da Trindade

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-RS_APR_70081661472_c14e1.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CRIMINAL. TRÁFICO DE DROGAS. MATERIALIDADE E AUTORIA. IRRESIGNAÇÃO DEFENSIVA. INSUFICIÊNCIA DE PROVAS QUANTO À AUTORIA DO DELITO. ABSOLVIÇÃO.

Ao checarem a veracidade de uma denúncia anônima, policiais militares abordaram o acusado e uma menor de idade, não sendo encontrados artefatos que indicassem a traficância ou drogas, sob o poder do apelante. O entorpecente apreendido (28 pedras de crack) estava com a adolescente. A condenação foi sustentada nos depoimentos dos militares que realizaram a abordagem e, em que pese entenda que não há como rejeitar a validade dos depoimentos dos policiais ou reduzir o valor de seus testemunhos, sem motivo justificado, pois inexistem motivos para os policiais falsearem a verdade, no caso concreto, os policiais não flagraram nenhum ato e não conseguiram nenhuma prova material de mercancia por parte do réu. A condenação exige bem mais do que mera probabilidade ou presunção, mas certeza sobre o cometimento do delito. Absolvição que se impõe.APELO DEFENSIVO PROVIDO, POR MAIORIA, VENCIDA A DESA. MARIA DE LOURDES.
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/936322976/apelacao-criminal-apr-70081661472-rs