jusbrasil.com.br
29 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível : AC 0119787-62.2013.8.21.7000 RS

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Quarta Câmara Cível
Publicação
17/07/2019
Julgamento
26 de Junho de 2019
Relator
Eduardo Uhlein
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-RS_AC_70053951604_e8745.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL. SERVIDOR PÚBLICO. RESPONSABILIDDE ADMINISTRATIVO- DISCIPLINAR. POLICIAL CIVIL. DEMISSÃO. PARTICIPAÇÃO DE MEMBRO DO MINISTÉRIO PÚBLICO NO CONSELHO SUPERIOR DE POLÍCIA, NA CONDIÇÃO DE RELATOR DO PAD. NULIDADE ABSOLUTA. JURISPRUDÊNCIA PACIFICADA JUNTO AOS TRIBUNAIS SUPERIORES.

1. Segundo decidido pelo Supremo Tribunal Federal nestes autos, ao acolher o recurso extraordinário contra o acórdão anterior desta Câmara, não é compatível com a Constituição Federal (art. 128, § 5º, II, b, da CF/1988) a participação de membro do Ministério Público em Conselho Superior de Polícia.
2. Caso concreto em que a atuação de Promotor de Justiça se deu na condição de Relator do Processo Administrativo-Disciplinar junto ao Conselho Superior de Polícia, o que conduz à nulidade absoluta da motivação que serviu de base para a aplicação da sanção pela Governadora do Estado.
3. Invalidação da sanção administrativa, a implicar o restabelecimento dos direitos funcionais do servidor, com o pagamento das parcelas vencimentais vencidas e vincendas, consoante pacificada jurisprudência.
4. Ação julgada improcedente na origem.APELAÇÃO PROVIDA.
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/935926299/apelacao-civel-ac-70053951604-rs

Informações relacionadas

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 24 anos

Supremo Tribunal Federal STF - MANDADO DE SEGURANÇA : MS 22656 SC

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 4 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO INTERNO NO RECURSO ESPECIAL : AgInt no REsp 0007715-80.2007.4.02.5101 RJ 2017/0238045-1

Supremo Tribunal Federal
Jurisprudênciahá 11 anos

Supremo Tribunal Federal STF - AGRAVO DE INSTRUMENTO : AI 736611 SP