jusbrasil.com.br
23 de Setembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível : AC 70045652435 RS

Detalhes da Jurisprudência
Processo
AC 70045652435 RS
Órgão Julgador
Décima Câmara Cível
Publicação
27/04/2012
Julgamento
16 de Fevereiro de 2012
Relator
Ivan Balson Araújo
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-RS_AC_70045652435_40a37.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO. ACIDENTE DE TRABALHO. AÇÃO ACIDENTÁRIA. AUXÍLIO-ACIDENTE. CONCESSÃO DO BENEFÍCIO DO AUXÍLIO-ACIDENTE.

Dos elementos dos autos ficou constatado que a amputação parcial do primeiro dedo da mão direita do autor decorreu de sua atividade laborativa, como também a resultante seqüela implica na redução da capacidade para o trabalho. Portanto, conclui-se que há nexo de causa e efeito entre a história ocupacional do autor e sua lesão. Justificada a concessão do benefício do auxílio-acidente, com fundamento no artigo 86da Lei nº. 8.213/91.TERMO INICIAL DO BENEFÍCIO. Fixado como termo inicial do benefício o imediato dia após a cessação do auxílio-doença. VALOR MENSAL DO BENEFÍCIO. O auxílio-acidente mensal deverá corresponder a 50% do salário de benefício, nos termos do art. 86, parágrafo único, da Lei n.º 8.213/91. ATUALIAÇÃO MONETÁRIA. JUROS DE MORA.Correção monetária pelo índice do IGP-M, acrescido de juros moratórios de 1% ao mês. Após 30-06-2009, aplica-se à espécie o artigo 1º-Fda Lei nº 9.494, de 1997, alterado pela Lei 11.960, de 2009, em consonância com o moderno entendimento do STJ.CUSTAS. ISENÇÃO DO INSS. O INSS não deve arcar com o pagamento de custas processuais, emolumentos e taxa judiciária. Lei Estadual nº 8.121/85, com a alteração introduzida pela Lei Estadual nº 13.471/10. APELO PROVIDO.
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/905735073/apelacao-civel-ac-70045652435-rs