jusbrasil.com.br
27 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Recurso Cível: 0055921-89.2016.8.21.9000 RS

Detalhes da Jurisprudência

Órgão Julgador

Quarta Turma Recursal Cível

Publicação

20/01/2017

Julgamento

16 de Dezembro de 2016

Relator

Ricardo Pippi Schmidt

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-RS__71006454714_2b812.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

INDENIZATÓRIA. OFENSAS EM REDE SOCIAL ENCAMINHADAS DIRETAMENTE À PARTE NO PRIVADO, SEM DIVULGAÇÃO A TERCEIROS. FATO ENVOLVENDO DISCUSSÃO E CONFLITO FAMILIAR. CONJUNTO PROBATÓRIO QUE NÃO AUTORIZA ACOLHIMENTO DA PRETENSÃO DE CUNHO INDENIZATÓRIO. AUSÊNCIA DE SITUAÇÃO GERADORA DE ABALO MORAL, COM LESÃO A DIREITO DE PERSONALIDADE. INEXISTÊNCIA DE EXPOSIÇÃO DA IMAGEM, CONVERTENDO-SE EM MERO DISSABOR. PRINCÍPIO DA IMEDIAÇÃO DO JUIZ SINGULAR, QUE COLHEU A PROVA E CUJA CONVICÇÃO DEVE SER PRESTIGIADA EM CASOS DE DESAVENÇAS PESSOAIS.

Sentença mantida. Recurso improvido.
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/891688695/recurso-civel-71006454714-rs