jusbrasil.com.br
19 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Recurso Cível: XXXXX RS

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Primeira Turma Recursal Cível

Publicação

Julgamento

Relator

Mara Lúcia Coccaro Martins Facchini

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-RS__71005864939_cb003.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

RECURSO INOMINADO. CONSUMIDOR. PRETENSÃO DE DEVOLUÇÃO DO VALOR PAGO A TÍTULO DE COMISSÃO DE CORRETAGEM. IMÓVEL ADQUIRIDO NA PLANTA. IMÓVEL ADQUIRIDO NA PLANTA. PRELIMINAR DE NULIDADE DA SENTENÇA REJEITADA. DEVER DE INFORMAÇÃO NÃO OBSERVADO, NO CASO CONCRETO. CONTROVÉRSIA ANALISADA QUANDO DO JULGAMENTO DOS RECURSOS REPETITIVOS PELO STJ Nº 1.599.511 - SP E 1.601.149 - RS. DEVIDA A RESTITUIÇÃO DOS VALORES PAGOS A TÍTULO DE CORRETAGEM, DE FORMA SIMPLES. RECURSO DESPROVIDO.

(Recurso Cível Nº 71005864939, Primeira Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Mara Lúcia Coccaro Martins Facchini, Julgado em 26/02/2019).
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/683707861/recurso-civel-71005864939-rs

Informações relacionadas

De quem é a responsabilidade pelo pagamento da corretagem?

Restituição de comissão de corretagem na compra de imóvel na planta: 6ª Câmara do TJSP condena RODOBENS e SISTEMA FÁCIL na devolução de valores pagos

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 4 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO INTERNO NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AgInt no AREsp XXXXX DF 2017/XXXXX-5

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AREsp XXXXX MS 2021/XXXXX-0

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL XXXXX-82.2013.8.19.0210