jusbrasil.com.br
15 de Junho de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível : AC 70080207897 RS

Detalhes da Jurisprudência
Processo
AC 70080207897 RS
Órgão Julgador
Nona Câmara Cível
Publicação
Diário da Justiça do dia 06/03/2019
Julgamento
27 de Fevereiro de 2019
Relator
Eugênio Facchini Neto
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-RS_AC_70080207897_02109.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL. RESPONSABILIDADE CIVIL. INDENIZAÇÃO POR DANOS MORAIS. CONSUMIDOR. DISPARO DE ALARME ANTIFURTO. ABORDAGEM EXCESSIVA NÃO COMPROVADA. ÔNUS DA PROVA.

Não há prova, nos autos, que corrobore a versão esposada na inicial, no sentido de que os prepostos da segunda ré teriam abordado a autora de forma excessiva e agressiva quando de sua saída da loja, em face do disparo do alarme eletrônico antifurto. Ainda que se apliquem ao caso as regras dispostas no CDC, o consumidor não está desobrigado de comprovar de forma suficiente o fato constitutivo de seu direito, ônus do qual a demandante não se desincumbiu a contento. Situações como esta são comuns atualmente, e via de regra não chegam a ultrapassar os meros dissabores do diaadia, salvo prova robusta em contrário, o que não foi o caso. Sentença de improcedência mantida. APELAÇÃO DESPROVIDA. (Apelação Cível Nº 70080207897, Nona Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Eugênio Facchini Neto, Julgado em 27/02/2019).
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/683527069/apelacao-civel-ac-70080207897-rs

Mais do Jusbrasil

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível : AC 70078391208 RS

RESPONSABILIDADE CIVIL. AÇÃO INDENIZATÓRIA. ALARME ANTIFURTO. ABORDAGEM EM ESTABELECIMENTO COMERCIAL. EXCESSO NÃO DEMONSTRADO. PROVA INSUFICIENTE. AUSÊNCIA DE COMPROVAÇÃO DOS FATOS CONSTITUTIVOS DO DIREITO. DANO MORAL INOCORRENTE. Caso em que a parte autora alega ter sido indevidamente abordada no estabelecimento …
Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 7 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível : AC 70061491494 RS

APELAÇÃO CÍVEL. RESPONSABILIDADE CIVIL. PEDIDO DE DANOS MORAIS. ALEGAÇÃO DE ABORDAGEM AGRESSIVA APÓS ACIONAMENTO DE ALARME ANTIFURTO. ANÁLISE DA PROVA QUE DESAUTORIZA A VERSÃO. ILÍCITO INEXISTENTE A ENSEJAR OBRIGAÇÃO INDENIZATÓRIA. SENTENÇA DE IMPROCEDÊNCIA MANTIDA. 1. Trata-se de ação por danos morais ocasionados por …
Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível : AC 70074869207 RS

RESPONSABILIDADE CIVIL. DISPARO DE ALARME ANTIFURTO. AUSÊNCIA DE PROVA DE CONDUTA ABUSIVA DOS FUNCIONÁRIOS DO ESTABELECIMENTO COMERCIAL. DANO MORAL NÃO CONFIGURADO. MERO ABORRECIMENTO. A autora, cliente do estabelecimento, foi abordada pela funcionária da loja em razão do soar do alarme antifurto. Referido alarme …