jusbrasil.com.br
7 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Agravo de Instrumento: AI XXXXX RS

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Sétima Câmara Cível

Publicação

Julgamento

Relator

Sandra Brisolara Medeiros

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-RS_AI_70070424262_45061.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AGRAVO DE INSTRUMENTO. INVENTÁRIO. PEDIDO DE REMOÇÃO DE INVENTARIANTE. CONDUTAS DESCRITAS NO ARTIGO 622 DO NCPC NÃO CARACTERIZADAS NO CASO CONCRETO. INVENTARIO QUE TRAMITA HÁ MUITOS ANOS EM FACE DA ANIMOSIDADE DOS HERDEIROS. FASE DE ÚLTIMAÇÃO DO PROCEDIMENTO. DECISÃO REFORMADA.

Não verificada hipótese prevista no art. 622 do NCPC, mostra-se descabida a remoção de inventariante. O retardamento da tramitação do inventário, bem como eventual animosidade entre os herdeiros, por si sós, não são motivos para a destituição do múnus. AGRAVO DE INSTRUMENTO PROVIDO. ( Agravo de Instrumento Nº 70070424262, Sétima Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Sandra Brisolara Medeiros, Julgado em 28/09/2016).
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/390624360/agravo-de-instrumento-ai-70070424262-rs

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 8 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Ação Civil de Improbidade Administrativa: 11662067 PR 1166206-7 (Acórdão)

Tribunal de Justiça de Minas Gerais
Jurisprudênciahá 13 anos

Tribunal de Justiça de Minas Gerais TJ-MG - Agravo de Instrumento: AI XXXXX-45.2008.8.13.0694 Três Pontas

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciaano passado

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL XXXXX-40.2019.8.19.0028