jusbrasil.com.br
29 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC 70067730119 RS

Detalhes da Jurisprudência

Processo

AC 70067730119 RS

Órgão Julgador

Décima Primeira Câmara Cível

Publicação

Diário da Justiça do dia 02/03/2016

Julgamento

24 de Fevereiro de 2016

Relator

Katia Elenise Oliveira da Silva

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-RS_AC_70067730119_79d65.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÕES CÍVEIS. RESPONSABILIDADE CIVIL EM ACIDENTE DE TRÂNSITO. AÇÃO INDENIZATÓRIA POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. COLISÃO DE AUTOMÓVEL E MOTOCICLETA. MORTE DO CONDUTOR DA MOTO. DELIMITAÇÃO DA CONDENAÇÃO DA SEGURADORA. FALTA DE INTERESSE RECURSAL. EXPRESSA DETERMINAÇÃO DO JUÍZO A QUO NESSE SENTIDO. APELO NÃO CONHECIDO NO PONTO. PRELIMINARES CONTRARRECURSAIS DE RAZÕES DISSOCIADAS, VÍCIO DE REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL, DESERÇÃO E INOVAÇÃO RECURSAL NÃO CONHECIDAS. DANO MORAL. QUANTUM INDENIZATÓRIO. MORTE DO PAI E COMPANHEIRO DAS AUTORAS. DANO IN RE IPSA. QUANTUM MANTIDO. PENSIONAMENTO MENSAL EM FAVOR DA VIÚVA. TERMO FINAL. ESTA CÂMARA ADOTA POSICIONAMENTO NO SENTIDO DE QUE A PENSÃO TEM LIMITE NA DATA EM QUE A VÍTIMA COMPLETARIA 75 ANOS DE IDADE, ATUAL EXPECTATIVA MÉDIA DE VIDA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LIMITES DA APÓLICE. COBERTURA SECURITÁRIA. DANOS MORAIS. NA AUSÊNCIA DE CLÁUSULA EXPRESSA DE EXCLUSÃO DE COBERTURA, OS DANOS MORAIS INTEGRAM OS DANOS CORPORAIS. DEVER DE RESSARCIMENTO DOS VALORES PAGOS, OBSERVADO O LIMITE DA APÓLICE. JUROS E CORREÇÃO APLICÁVEIS À APÓLICE. JUROS QUE INCIDEM DESDE A CITAÇÃO FRENTE À RESISTÊNCIA DA SEGURADORA. CORREÇÃO MONETÁRIA. ALTERAÇÃO DE OFÍCIO DO TERMO INICIAL. ÍNDICE APLICÁVEL: IGP-M POR SER O QUE MELHOR REFLETE A PERDA INFLACIONÁRIA DO PERÍODO ÔNUS SUCUMBENCIAIS. SOLIDARIEDADE. IMPOSSIBILIDADE. A CONDENAÇÃO DAS PARTES AO PAGAMENTO DOS ÔNUS DA SUCUMBÊNCIA DECORRE DE SEU PRÓPRIO DECAIMENTO, NÃO PODENDO SE ADMITIR A CONDENAÇÃO. SOLIDÁRIA OU, AINDA, SUBSIDIÁRIA DESTES MONTANTES. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS QUE NÃO MERECEM REPARO. MANUTENÇÃO. UNÂNIME. CONHECERAM PARCIALMENTE DO APELO DA SEGURADORA E, NA PARTE CONHECIDA, DERAM-LHE PARCIAL PROVIMENTO. DERAM PARCIAL PROVIMENTO AO APELO DAS AUTORAS E, DE OFÍCIO, ALTERARAM O MARCO INICIAL DE INCIDÊNCIA DA CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE A APÓLICE. APELAÇÕES CÍVEIS. RESPONSABILIDADE CIVIL EM ACIDENTE DE TRÂNSITO. AÇÃO INDENIZATÓRIA POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. COLISÃO DE AUTOMÓVEL E MOTOCICLETA. MORTE DO CONDUTOR DA MOTO. DELIMITAÇÃO DA CONDENAÇÃO DA SEGURADORA. FALTA DE INTERESSE RECURSAL. EXPRESSA DETERMINAÇÃO DO JUÍZO A QUO NESSE SENTIDO. APELO NÃO CONHECIDO NO PONTO. PRELIMINARES CONTRARRECURSAIS DE RAZÕES DISSOCIADAS, VÍCIO DE REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL, DESERÇÃO E INOVAÇÃO RECURSAL NÃO CONHECIDAS. DANO MORAL. QUANTUM INDENIZATÓRIO. MORTE DO PAI E COMPANHEIRO DAS AUTORAS. DANO IN RE IPSA. QUANTUM MANTIDO. PENSIONAMENTO MENSAL EM FAVOR DA VIÚVA. TERMO FINAL. ESTA CÂMARA ADOTA POSICIONAMENTO NO SENTIDO DE QUE A PENSÃO TEM LIMITE NA DATA EM QUE A VÍTIMA COMPLETARIA 75 ANOS DE IDADE, ATUAL EXPECTATIVA MÉDIA DE VIDA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LIMITES DA APÓLICE. COBERTURA SECURITÁRIA. DANOS MORAIS. NA AUSÊNCIA DE CLÁUSULA EXPRESSA DE EXCLUSÃO DE COBERTURA, OS DANOS MORAIS INTEGRAM OS DANOS CORPORAIS. DEVER DE RESSARCIMENTO DOS VALORES PAGOS, OBSERVADO O LIMITE DA APÓLICE. JUROS E CORREÇÃO APLICÁVEIS À APÓLICE. JUROS QUE INCIDEM DESDE A CITAÇÃO FRENTE À RESISTÊNCIA DA SEGURADORA. CORREÇÃO MONETÁRIA. ALTERAÇÃO DE OFÍCIO DO TERMO INICIAL. ÍNDICE APLICÁVEL: IGP-M POR SER O QUE MELHOR REFLETE A PERDA INFLACIONÁRIA DO PERÍODO ÔNUS SUCUMBENCIAIS. SOLIDARIEDADE. IMPOSSIBILIDADE. A CONDENAÇÃO DAS PARTES AO PAGAMENTO DOS ÔNUS DA SUCUMBÊNCIA DECORRE DE SEU PRÓPRIO DECAIMENTO, NÃO PODENDO SE ADMITIR A CONDENAÇÃO. SOLIDÁRIA OU, AINDA, SUBSIDIÁRIA DESTES MONTANTES. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS QUE NÃO MERECEM REPARO. MANUTENÇÃO. UNÂNIME. CONHECERAM PARCIALMENTE DO APELO DA SEGURADORA E, NA PARTE CONHECIDA, DERAM-LHE PARCIAL PROVIMENTO. DERAM PARCIAL PROVIMENTO AO APELO DAS AUTORAS E, DE OFÍCIO, ALTERARAM O MARCO INICIAL DE INCIDÊNCIA DA CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE A APÓLICE.

APELAÇÕES CÍVEIS. RESPONSABILIDADE CIVIL EM ACIDENTE DE TRÂNSITO. AÇÃO INDENIZATÓRIA POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. COLISÃO DE AUTOMÓVEL E MOTOCICLETA. MORTE DO CONDUTOR DA MOTO. DELIMITAÇÃO DA CONDENAÇÃO DA SEGURADORA. FALTA DE INTERESSE RECURSAL. EXPRESSA DETERMINAÇÃO DO JUÍZO A QUO NESSE SENTIDO. APELO NÃO CONHECIDO NO PONTO. PRELIMINARES CONTRARRECURSAIS DE RAZÕES DISSOCIADAS, VÍCIO DE REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL, DESERÇÃO E INOVAÇÃO RECURSAL NÃO CONHECIDAS. DANO MORAL. QUANTUM INDENIZATÓRIO. MORTE DO PAI E COMPANHEIRO DAS AUTORAS. DANO IN RE IPSA. QUANTUM MANTIDO. PENSIONAMENTO MENSAL EM FAVOR DA VIÚVA. TERMO FINAL. ESTA CÂMARA ADOTA POSICIONAMENTO NO SENTIDO DE QUE A PENSÃO TEM LIMITE NA DATA EM QUE A VÍTIMA COMPLETARIA 75 ANOS DE IDADE, ATUAL EXPECTATIVA MÉDIA DE VIDA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LIMITES DA APÓLICE. COBERTURA SECURITÁRIA. DANOS MORAIS. NA AUSÊNCIA DE CLÁUSULA EXPRESSA DE EXCLUSÃO DE COBERTURA, OS DANOS MORAIS INTEGRAM OS DANOS CORPORAIS. DEVER DE RESSARCIMENTO DOS VALORES PAGOS, OBSERVADO O LIMITE DA APÓLICE. JUROS E CORREÇÃO APLICÁVEIS À APÓLICE. JUROS QUE INCIDEM DESDE A CITAÇÃO FRENTE À RESISTÊNCIA DA SEGURADORA. CORREÇÃO MONETÁRIA. ALTERAÇÃO DE OFÍCIO DO TERMO INICIAL. ÍNDICE APLICÁVEL: IGP-M POR SER O QUE MELHOR REFLETE A PERDA INFLACIONÁRIA DO PERÍODO ÔNUS SUCUMBENCIAIS. SOLIDARIEDADE. IMPOSSIBILIDADE. A CONDENAÇÃO DAS PARTES AO PAGAMENTO DOS ÔNUS DA SUCUMBÊNCIA DECORRE DE SEU PRÓPRIO DECAIMENTO, NÃO PODENDO SE ADMITIR A CONDENAÇÃO. SOLIDÁRIA OU, AINDA, SUBSIDIÁRIA DESTES MONTANTES. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS QUE NÃO MERECEM REPARO. MANUTENÇÃO. UNÂNIME. CONHECERAM PARCIALMENTE DO APELO DA SEGURADORA E, NA PARTE CONHECIDA, DERAM-LHE PARCIAL PROVIMENTO. DERAM PARCIAL PROVIMENTO AO APELO DAS AUTORAS E, DE OFÍCIO, ALTERARAM O MARCO INICIAL DE INCIDÊNCIA DA CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE A APÓLICE. APELAÇÕES CÍVEIS. RESPONSABILIDADE CIVIL EM ACIDENTE DE TRÂNSITO. AÇÃO INDENIZATÓRIA POR DANOS MATERIAIS E MORAIS. COLISÃO DE AUTOMÓVEL E MOTOCICLETA. MORTE DO CONDUTOR DA MOTO. DELIMITAÇÃO DA CONDENAÇÃO DA SEGURADORA. FALTA DE INTERESSE RECURSAL. EXPRESSA DETERMINAÇÃO DO JUÍZO A QUO NESSE SENTIDO. APELO NÃO CONHECIDO NO PONTO. PRELIMINARES CONTRARRECURSAIS DE RAZÕES DISSOCIADAS, VÍCIO DE REPRESENTAÇÃO PROCESSUAL, DESERÇÃO E INOVAÇÃO RECURSAL NÃO CONHECIDAS. DANO MORAL. QUANTUM INDENIZATÓRIO. MORTE DO PAI E COMPANHEIRO DAS AUTORAS. DANO IN RE IPSA. QUANTUM MANTIDO. PENSIONAMENTO MENSAL EM FAVOR DA VIÚVA. TERMO FINAL. ESTA CÂMARA ADOTA POSICIONAMENTO NO SENTIDO DE QUE A PENSÃO TEM LIMITE NA DATA EM QUE A VÍTIMA COMPLETARIA 75 ANOS DE IDADE, ATUAL EXPECTATIVA MÉDIA DE VIDA NO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL. LIMITES DA APÓLICE. COBERTURA SECURITÁRIA. DANOS MORAIS. NA AUSÊNCIA DE CLÁUSULA EXPRESSA DE EXCLUSÃO DE COBERTURA, OS DANOS MORAIS INTEGRAM OS DANOS CORPORAIS. DEVER DE RESSARCIMENTO DOS VALORES PAGOS, OBSERVADO O LIMITE DA APÓLICE. JUROS E CORREÇÃO APLICÁVEIS À APÓLICE. JUROS QUE INCIDEM DESDE A CITAÇÃO FRENTE À RESISTÊNCIA DA SEGURADORA. CORREÇÃO MONETÁRIA. ALTERAÇÃO DE OFÍCIO DO TERMO INICIAL. ÍNDICE APLICÁVEL: IGP-M POR SER O QUE MELHOR REFLETE A PERDA INFLACIONÁRIA DO PERÍODO ÔNUS SUCUMBENCIAIS. SOLIDARIEDADE. IMPOSSIBILIDADE. A CONDENAÇÃO DAS PARTES AO PAGAMENTO DOS ÔNUS DA SUCUMBÊNCIA DECORRE DE SEU PRÓPRIO DECAIMENTO, NÃO PODENDO SE ADMITIR A CONDENAÇÃO... SOLIDÁRIA OU, AINDA, SUBSIDIÁRIA DESTES MONTANTES. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS QUE NÃO MERECEM REPARO. MANUTENÇÃO. UNÂNIME. CONHECERAM PARCIALMENTE DO APELO DA SEGURADORA E, NA PARTE CONHECIDA, DERAM-LHE PARCIAL PROVIMENTO. DERAM PARCIAL PROVIMENTO AO APELO DAS AUTORAS E, DE OFÍCIO, ALTERARAM O MARCO INICIAL DE INCIDÊNCIA DA CORREÇÃO MONETÁRIA SOBRE A APÓLICE. (Apelação Cível Nº 70067730119, Décima Primeira Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Katia Elenise Oliveira da Silva, Julgado em 24/02/2016).
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/310590062/apelacao-civel-ac-70067730119-rs

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 2 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL: REsp 1891961 MG 2018/0336032-0

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC 70078500774 RS

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - "Apelação Cível": AC 70081939746 RS

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 9 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL: AgRg no AREsp 339052 RJ 2013/0139031-0

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC 70069131704 RS