jusbrasil.com.br
25 de Junho de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Recurso Cível: 71005788666 RS

Detalhes da Jurisprudência

Processo

71005788666 RS

Órgão Julgador

Primeira Turma Recursal Cível

Publicação

Diário da Justiça do dia 29/01/2016

Julgamento

26 de Janeiro de 2016

Relator

Mara Lúcia Coccaro Martins Facchini

Documentos anexos

Inteiro TeorTJ-RS__71005788666_f83e9.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

RESPONSABILIDADE CIVIL. ACIDENTE DE TRÂNSITO. INDENIZATÓRIA. ABALROAMENTO EM CRUZAMENTO. RÉU QUE INVADE PREFERENCIAL COLIDINDO COM AUTOR. CULPA EXCLUSIVA DO RÉU. RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA DA LOCADORA DO VEÍCULO PELO QUAL O RÉU CONDUZIA E EMPRESA EMPREGADORA DO RÉU LOCATÁRIA DO VEÍCULO. COMPROVADA A DESPESA COM LOCAÇÃO DE VEÍCULO ATÉ FINAL CONSERTO DO VEÍCULO POR SER NECESSÁRIO AO TRABALHO. ATIVIDADE PROFISSIONAL DE ENGENHEIRO CIVIL. DEVIDO O REEMBOLSO DA DESPESA COM LOCAÇÃO. PELA UTILIZAÇÃO DO SEGURO O AUTOR PASSOU DA BONIFICAÇÃO 2 PARA A 1, MAS NÃO LOGROU DEMONSTRAR O VALOR DA PERDA.

1. A parte autora insurge-se contra a decisão que julgou parcialmente procedente o pedido de reparação de danos materiais decorrente de acidente de trânsito. Requer seja reformada a decisão de origem no tocante ao reembolso pelos valores despendidos com aluguel do veículo, bem como com a perda do bônus com a seguradora.
2. O autor demonstra que seu veículo esteve no conserto de 16/12/2014 a 14/01/2015 (fl.39). O seu seguro ofertava carro reserva por 10 dias (fl.63). Consta no formulário de seguro que o carro era utilizado para o trabalho (fl.68). A atividade profissional do autor é a de engenheiro civil que sabidamente exige deslocamentos em para visitar obras. Sendo assim, é devido o reembolso do valor gasto com locação de veículo pelo período de 10 dias (fl.44). 3. Inegável que houve perda da pontuação do bônus (fls.68 e 75). A despeito disso, cumpria ao autor trazer aos autos... documento comprobatório da cotação para a renovação do seguro pela própria seguradora Bradesco, só assim seria possível dimensionar a perda do autor. Neste ponto o autor não se desincumbiu da prova (artigo 333, I, do CPC). SENTENÇA REFORMADA. RECURSO PARCIALMENTE PROVIDO. (Recurso Cível Nº 71005788666, Primeira Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Mara Lúcia Coccaro Martins Facchini, Julgado em 26/01/2016).
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/302033920/recurso-civel-71005788666-rs

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 27 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC 195113840 RS

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro TJ-RJ - APELAÇÃO: APL 0024762-09.2011.8.19.0061

Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios TJ-DF: 0016019-37.2008.8.07.0000 - Segredo de Justiça 0016019-37.2008.8.07.0000

Tribunal de Justiça do Mato Grosso
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça do Mato Grosso TJ-MT - Apelação: APL 0001619-90.2011.8.11.0003 MT

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 2 anos

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - PROCESSO CÍVEL E DO TRABALHO - Recursos - Recurso Inominado: RI 0025364-62.2018.8.16.0182 PR 0025364-62.2018.8.16.0182 (Acórdão)