jusbrasil.com.br
16 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC 70062794284 RS

Detalhes da Jurisprudência
Processo
AC 70062794284 RS
Órgão Julgador
Décima Segunda Câmara Cível
Publicação
Diário da Justiça do dia 24/03/2015
Julgamento
19 de Março de 2015
Relator
Mário Crespo Brum
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-RS_AC_70062794284_65cf2.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL. DIREITO PRIVADO NÃO ESPECIFICADO. AÇÃO ORDINÁRIA. COMPRA E VENDA DE VEÍCULO USADO. RESTRIÇÃO JUDICIAL À VENDA.

1. Já tendo sido rejeitada a tese de ilegitimidade passiva do demandado, sem interposição de recurso da parte interessada naquele momento processual, mostra-se inviável a reabertura da discussão, em face da preclusão ( CPC, art. 473). 2. A restrição judicial à transferência da caminhonete junto ao Detran decorre de decisão proferida nos autos da Ação Trabalhista n. 00905.661/02-8, da 1ª Vara do Trabalho de Passo Fundo, razão pela qual eventual pedido de levantamento deverá ser realizado perante aquele Juízo. 3. Diante da existência de causa que impede a plena fruição do veículo pelo seu adquirente, não há óbice à rescisão do contrato de compra e venda, com consequente devolução da caminhonete ao vendedor e, ao adquirente, do dinheiro por ele pago, com correção monetária pelo IGPM a partir do desembolso e juros moratórios de 1% ao mês a contar da citação. 4. Ainda que reconhecida a irregularidade da conduta do requerido, os fatos narrados na petição inicial não conduzem à situação de grave abalo, o que inviabiliza o acolhimento da pretensão de reparação de danos morais deduzida pelo demandante. 5. Caracterizado o decaimento substancial do demandante no caso concreto, deve ser rejeitado o pedido de redimensionamento dos ônus sucumbenciais. SEGUNDA APELAÇÃO (DO DEMANDADO) CONHECIDA EM PARTE E DESPROVIDA. PRIMEIRA APELAÇÃO (DO AUTOR) PARCIALMENTE... PROVIDA. ( Apelação Cível Nº 70062794284, Décima Segunda Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Mário Crespo Brum, Julgado em 19/03/2015).
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/176172557/apelacao-civel-ac-70062794284-rs

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC 70074822461 RS

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC 70062794284 RS

Tribunal de Justiça do Paraná
Jurisprudênciahá 10 meses

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação: APL 0012012-13.2019.8.16.0017 Maringá 0012012-13.2019.8.16.0017 (Acórdão)