jusbrasil.com.br
17 de Junho de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Agravo de Instrumento : AI 70059495143 RS

Detalhes da Jurisprudência
Processo
AI 70059495143 RS
Órgão Julgador
Décima Quinta Câmara Cível
Publicação
Diário da Justiça do dia 25/08/2014
Julgamento
13 de Agosto de 2014
Relator
Ana Beatriz Iser
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-RS_AI_70059495143_ed117.doc
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AGRAVO DE INSTRUMENTO. LOCAÇÃO. AÇÃO DE DESPEJO POR FALTA DE PAGAMENTO. DISSOLUÇÃO CONJUGAL DO LOCATÁRIO. SUB-ROGAÇÃO CONFIGURADA. EXTENSÃO DOS EFEITOS DA LOCAÇÃO À COMPANHEIRA PERMANECENTE NO IMÓVEL. DEPEJO COMPULSÓRIO. PRESENÇA DOS REQUISITOS EM LEI.

Consoante uníssona jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça, para que se configure a sub-rogação do contrato de locação ao cônjuge ou companheiro que permanecer no imóvel locado, nos casos de separação judicial, separação de fato, divórcio ou dissolução da união estável, nos termos do artigo 12 da Lei 8.245/91, faz-se necessária a efetiva ciência do locador sobre o fato. No caso dos autos, tendo em vista que o locador demonstra que é sabedor da dissolução conjugal do locatário, os direitos e deveres advindos do contrato de locação estendem-se à companheira que permaneceu no imóvel. Assim, a ação de despejo deve ser direcionada a essa, restando afastada a preliminar de ilegitimidade passiva. Quanto à liminar de despejo compulsório, é de ser mantida, considerando-se que o contrato está desprovido de qualquer das garantias previstas no art. 37 da Lei nº 8.245/91. NEGADO PROVIMENTO AO AGRAVO DE INSTRUMENTO. (Agravo de Instrumento Nº 70059495143, Décima Quinta Câmara Cível, Tribunal de Justiça do RS, Relator: Ana Beatriz Iser, Julgado em 13/08/2014)
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/135624690/agravo-de-instrumento-ai-70059495143-rs