jusbrasil.com.br
16 de Agosto de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Apelação Cível: AC XXXXX20208210153 RS

Detalhes da Jurisprudência

Processo

Órgão Julgador

Décima Segunda Câmara Cível

Publicação

Julgamento

Relator

Ana Lúcia Carvalho Pinto Vieira Rebout
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

\n\nEMBARGOS DE DECLARAÇÃO. APELAÇÕES CÍVEIS. DIREITO PRIVADO NÃO ESPECIFICADO. TELEFONIA. JUNTADA DE DOCUMENTOS. OMISSÃO INEXISTENTE. PRETENSÃO DE REDISCUSSÃO DOS FUNDAMENTOS DO DECISUM.\nA irresignação recursal não objetiva suprir suposta omissão no acórdão embargado –

porquanto inexistentes quaisquer dos vícios elencados no art. 1.022 do Código de Processo Civil –, mas sim claramente rediscutir os fundamentos da decisão, o que não se mostra possível por meio de embargos declaratórios.\nEMBARGOS DE DECLARAÇÃO DESACOLHIDOS. UNÂNIME.
Disponível em: https://tj-rs.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1287188654/apelacao-civel-ac-50002008820208210153-rs