jusbrasil.com.br
16 de Dezembro de 2018
2º Grau

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul TJ-RS - Recurso Cível : 71004099669 RS

RECURSO INOMINADO. PEDÁGIO. RISCO DE MORTE. RESTITUIÇÃO DE VALORES. IMPOSSIBILIDADE. DANO MORAL. INOCORRÊNCIA. SENTENÇA MANTIDA.

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Processo
71004099669 RS
Órgão Julgador
Segunda Turma Recursal Cível
Publicação
Diário da Justiça do dia 25/07/2013
Julgamento
19 de Julho de 2013
Relator
Ketlin Carla Pasa Casagrande

Ementa

RECURSO INOMINADO. PEDÁGIO. RISCO DE MORTE. RESTITUIÇÃO DE VALORES. IMPOSSIBILIDADE. DANO MORAL. INOCORRÊNCIA. SENTENÇA MANTIDA.

Pugna o recorrente pela restituição das taxas de pedágio pagas, bem como indenização pelos danos morais sob o argumento de que, dadas as más condições das rodovias administradas pelas recorridas, trafegou em situação de "risco de morte". A improcedência da demanda é manifesta. Não logrou a parte autora demonstrar minimamente qualquer dano ou falha na prestação de serviço capaz de fundamentar, a contento, as pretensões indenizatórias. Situação de risco inerente ao contexto da sociedade moderna e que não enseja transtorno excepcional. Teoria do risco administrativo que não dispensa a comprovação de dano efetivo para ensejar a respectiva reparação. Pedágio devido frente à utilização das rodovias. Sentença mantida pelos próprios fundamentos. RECURSO IMPROVIDO. (Recurso Cível Nº 71004099669, Segunda Turma Recursal Cível, Turmas Recursais, Relator: Ketlin Carla Pasa Casagrande, Julgado em 19/07/2013)