jusbrasil.com.br
1 de Outubro de 2016
    Adicione tópicos

    Autorizada abertura de concurso público para o cargo de Oficial Escrevente

    Em sessão realizada nesta terça-feira (27/8), o Conselho da Magistratura (COMAG) do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) autorizou a abertura de concurso público para o cargo de Oficial Escrevente. O prazo de validade será de dois anos, renováveis por igual período, em caráter estadual, para preenchimento das vagas existentes na data da publicação do edital, mais as que surgirem durante o prazo de validade do concurso. A publicação do respectivo edital somente se dará após o chamamento das vagas remanescentes do concurso vigente, assegurando o direito dos aprovados naquele certame.

    O Corregedor-Geral da Justiça, Desembargador Orlando Heemann Jr, foi o relator do processo no COMAG. Em seu voto, ele citou dados do Serviço de Controle e Provimento de Cargos (SECON), apontando para um total de 529 vagas de Oficial Escrevente sem provimento. Ainda, o prazo do último concurso expirou em 02/08/13, restando 76 vagas a serem preenchidas. A chamada dos candidatos aprovados já foi autorizada.

    O magistrado citou ainda que, só em Porto Alegre, a previsão é de que serão necessários mais de 200 Oficiais Escreventes em 2014. Há previsão de estatização no ano que vem de 19 Varas da Comarca de Porto Alegre, o que demandará a nomeação de cerca de 135 servidores. O mesmo acontecerá com a Contadoria da Capital, na qual hoje trabalham cerca de 70 funcionários.

    Outra questão relevante, defendeu o Corregedor, é a necessidade de criação de diversas Varas no Estado, já aprovadas pelo Órgão Especial do TJRS. A fim de atender a notória carência de pessoal no âmbito do Poder Judiciário, voto pelo acolhimento da proposição e realização das providências iniciais necessárias para a formatação e posterior abertura de novo concurso público para provimento de vagas do cargo de Oficial Escrevente”, concluiu o relator.

    O Tribunal passou a funcionar, após o incêndio de 1949, em dependências do Palácio Municipal. Em 1956, houve a mudança para o Edifício Comendador Azevedo. Em 08 de dezembro de 1968 - Dia da Justiça -, na Presidência do Desembargador Balthazar Gama Barbosa, passou a ocupar edifício próprio, o Palácio da Justiça, na Praça Marechal Deodoro, onde até hoje se encontra. Em 1971, como em outros Estados da Federação, foi instalado o Tribunal de Alçada do Rio Grande do Sul.
    Disponível em: http://tj-rs.jusbrasil.com.br/noticias/100664233/autorizada-abertura-de-concurso-publico-para-o-cargo-de-oficial-escrevente

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)