Carregando...
Jusbrasil - Jurisprudência
31 de julho de 2016

TJ-RS - Recurso Cível : 71002898427 RS

RESPONSABILIDADE CIVIL. ACIDENTE DE TRÂNSITO. NEXO DE CAUSALIDADE. DEMANDA PROPOSTA PELOS ENVOLVIDOS NA COLISÃO OCORRIDA EM CRUZAMENTO CONTRA O PROPRIETÁRIO E CONDUTOR DE CAMINHÃO ESTACIONADO SEM A DISTÂNCIA MÍNIMA DA ESQUINA. ESTACIONAMENTO IRREGULAR QUE NO CASO DOS AUTOS NÃO SE CONSTITUIU EM CAUSA DETERMINANTE PARA O EVENTO DANOSO. CONDUTORA DO AUTOMÓVEL QUE ALÉM DE NÃO PARAR ANTES DO CRUZAMENTO DA VIA PREFERENCIAL AINDA APAGOU O VEÍCULO SOBRE ESTA VIA VINDO A OBSTRUIR A PASSAGEM DO MOTOCICLISTA.

Publicado por Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul - 5 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM
ResumoEmenta para Citação Inteiro Teor

Dados Gerais

Processo: 71002898427 RS
Relator(a): Ricardo Torres Hermann
Julgamento: 26/05/2011
Órgão Julgador: Primeira Turma Recursal Cível
Publicação: Diário da Justiça do dia 30/05/2011

Ementa

RESPONSABILIDADE CIVIL. ACIDENTE DE TRÂNSITO. NEXO DE CAUSALIDADE. DEMANDA PROPOSTA PELOS ENVOLVIDOS NA COLISÃO OCORRIDA EM CRUZAMENTO CONTRA O PROPRIETÁRIO E CONDUTOR DE CAMINHÃO ESTACIONADO SEM A DISTÂNCIA MÍNIMA DA ESQUINA. ESTACIONAMENTO IRREGULAR QUE NO CASO DOS AUTOS NÃO SE CONSTITUIU EM CAUSA DETERMINANTE PARA O EVENTO DANOSO. CONDUTORA DO AUTOMÓVEL QUE ALÉM DE NÃO PARAR ANTES DO CRUZAMENTO DA VIA PREFERENCIAL AINDA APAGOU O VEÍCULO SOBRE ESTA VIA VINDO A OBSTRUIR A PASSAGEM DO MOTOCICLISTA.

Recurso provido. (Recurso Cível Nº 71002898427, Primeira Turma Recursal Cível, Turmas Recursais,...

×

0 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)